Esporte

Sob forte chuva, Monteiro e Martins vencem corridas em Londrina

A chuva prometida para este domingo em Londrina se confirmou e a Copa Truck disputou a terceira etapa da temporada 2019 debaixo de um dilúvio na Capital do Café. As condições de pista e de visibilidade baixas proporcionaram corridas emocionantes e acidentadas, que premiaram Beto Monteiro e Renato Martins, ambos da Volkswagem, com as vitórias nas duas provas, respectivamente.

Monteiro ampliou sua sequência de vitórias seguidas para cinco, mas acabou privado da disputa pelo primeiro lugar na segunda por conta de um acidente com Adalberto Jardim e uma punição por ter sido considerado o culpado no episódio. Já Martins largou no pelotão da frente por conta do grid invertido na corrida complementar e tirou vantagem dessa condição, vencendo com facilidade.

As duas provas foram bastante atribuladas, mas a primeira foi a que deu mais problemas para a turma do resgate por conta de um acidente envolvendo o piloto da casa Leandro Totti logo na primeira volta, quando tentou passar Beto Monteiro por fora na entrada da curva do Bacião, não conseguiu frear e parou em cima do muro, provocando a entrada do safety car e a intervenção da maior parte da disputa, que foi reiniciada na última volta e viu Monteiro ser atacado ferozmente pelo atual campeão Roberval Andrade, com Paulo Salustiano completando o pódio.

“De seis corridas, ganhamos cinco, o que é um resultado espetacular até agora neste ano. Pena que tivemos adversidades na corrida 2 por conta da pista molhada e acertei o Jardim por conta de uma poça que peguei. Independente disso, estamos bem colocados no campeonato”, destaca Beto.

A segunda corrida teve bem mais acidentes que a primeira, mas nada que provocasse a neutralização da competição. Mesmo assim muitos saíram com os equipamentos em frangalhos: Salustiano bateu seco no muro e cortou o lábio no impacto; Wellington Cirino e Jaidson Zini também beijaram os pneus da Curva do Bacião, mesmo lugar onde Monteiro e Jardim se estranharam. Débora Rodrigues (no toque entre Beto e Jardim) e Clodoaldo Monteiro (durante o acidente de Zini) também rodaram no meio da confusão mas conseguiram desviar dos rivais e seguir na pista.

Com as confusões, André Marques subiu para segundo em uma grande atuação, seguido de Roberval Andrade, Jardim, que sobreviveu ao seu acidente, e Luiz Carlos Zapelini, que herdou o quinto lugar com a punição de 20 segundos a Beto. Debora completou a lista dos seis melhores da segunda corrida.

“É minha décima vitória aqui em Londrina. Não sou o melhor piloto na chuva, mas meu carro estava bem acertado, parou a chuva forte da primeira corrida – que atrapalhou a visão, pois a pista estava igual nas duas provas. Dedico essa vitória ao meu filho Renatinho, que pediu um pódio e ganhou uma vitória”, completa Renato Martins.

Com os resultados, Roberval sai de Londrina na liderança da Segunda Cpa com 34 pontos, seguido de Renato Martins e André Marques com 32, e Beto Monteiro com 29. “A vitória bateu na trave em um fim de semana que achei que seria muito ruim. Nosso caminhão estava muito rápido na pista, tanto que marquei a melhor volta. Na segunda corrida, uma falha na eletrônica me impediu de avançar, mas foi um ótimo resultado para o campeonato e vamos para cima na busca pelo título”, resumiu Roberval.

A próxima rodada dupla da Copa Truck acontece no dia 14 de julho em Curvelo (MG).

Deixe uma resposta