Turismo

Delta terá mais de 8 mil assentos diários em voos para NY

Image of the Manhattan skyline bounded by the Hudson, East, and Harlem Rivers at sunset from an elevated angle. - | These images are protected by copyright. Delta has acquired permission from the copyright owner to use the images for specified purposes and in some cases for a limited time. If you have been authorized by Delta to do so, you may use these images to promote Delta, but only as part of Delta-approved marketing and advertising. Further distribution (including providing these images to third parties), reproduction, display, or other use is strictly prohibited.

Após um verão (do Hemisfério Norte) de recuperação, a Delta não está diminuindo a velocidade para trazer de volta mais voos e destinos para os viajantes de negócios e de lazer em Nova York.

Em novembro, nos Aeroportos John F. Kennedy (JFK) e LaGuardia (LGA), a companhia terá um total superior a 100 partidas diárias a mais em comparação com a programação oferecida no verão (do Hemisfério Norte) de 2021, o que significa aproximadamente 8 mil assentos adicionais por dia para levar os nova-iorquinos até as pessoas e os lugares que eles mais amam.

Com as viagens dos clientes dentro dos Estados Unidos de volta aos níveis de 2019, a Delta está focada em restaurar a capacidade de forma segura e confiável conforme as viagens de negócios aumentam mediante volumes inéditos desde o início da pandemia.

“Estamos adicionando 25% a mais de capacidade neste outono (do Hemisfério Norte) para atender à demanda significativa por viagens internacionais e de negócios no próximo ano”, disse o vice-presidente sênior de Planejamento de Rede, Joe Esposito. “Continuamos a oferecer mais opções e conveniência enquanto reconstruímos nossa conectividade global e entregamos o que a Delta faz de melhor: colocar nossos clientes em primeiro lugar com um serviço excepcional e confiável e uma experiência de viagem premium”.

Além da restauração do serviço sem escalas para todos os 40 mercados norte-americanos mais populares a partir de Nova York no próximo mês, vários destinos de negócios importantes também verão aumento significativo nas opções de voos, incluindo Boston (BOS)Washington D.C. (DCA)Raleigh-Durham (RDU) e Charlotte (CLT). Isso se segue ao serviço já expandido da empresa para os maiores mercados corporativos ligados a Nova York no início deste outono (do Hemisfério Norte), como Chicago (ORD)Dallas/Ft. Worth (DFW) e Houston (IAH), parte da abordagem cuidadosa da Delta para adicionar capacidade de acordo com o retorno da demanda.

A companhia também lançou recentemente um serviço de LGA para Toronto (YYZ) e começará um voo para Worcester (ORH), Massachusetts, a partir de 1º de novembro.

A Delta oferecerá mais voos e assentos do que qualquer companhia aérea nos aeroportos JFK e LGA, com um total de 400 partidas diárias para 92 destinos domésticos e internacionais. E todos os voos da Delta no JFK, LGA e em Newark (EWR) agora oferecerão uma experiência de First Class, em virtude da remoção de aeronaves menores, de 50 lugares, em todos os destinos com voos para Nova York.

A empresa aérea também aumentou o número de voos com aeronaves Airbus A220 em Nova York, complementando uma expansão semelhante à que foi feita no hub de Boston, que está em rápido crescimento, os quais se destinam a Chicago (ORD)Dallas/Ft. Worth (DFW) e Houston (IAH). O A220 oferece aos clientes uma experiência modernizada e espaçosa, com os assentos da categoria Main Cabin mais amplos da frota, compartimentos superiores de alta capacidade e janelas extragrandes.