Turismo

Hotelaria investe na retomada do turismo em Foz do Iguaçu

A hotelaria de Foz do Iguaçu está preparada para a retomada do turismo. Hotéis, de médio e grande portes, ampliaram ou reformaram suas dependências, estruturas e ambientes e a expectativa de movimento maior passa pelo setor de eventos, ampliação da malha aérea e no turismo rodoviário. Nesta segunda-feira, 2, começou a operar um novo hotel, próximo ao centro da cidade, com 130 apartamentos. Outros quatro reformaram suas instalações e estão de cara nova para receber o turista. Uma faculdade particular assumiu outro estabelecimento e vai implantar um hotel-escola aberto para novas experiências tecnológicas.

O grupo San Juan Hotéis, por exemplo, já conta com duas unidades, uma na Avenida das Cataratas com (94 apartamentos) e outra com 90 apartamentos, parou as atividades no ano passado em função da pandemia, já percebe o aumento da demanda por hospedagem e deve inaugurar em novembro o seu maior empreendimento na cidade.

“Desde junho, percebemos o aumento do movimento, com mais pedidos de reservas nas duas unidades. A vacinação tem esse fator determinante e esperamos que em setembro, também com a chegada do calor e do verão, o setor de hospedagem decole de vez”, afirmou Michele Santana, gerente comercial do grupo.

O hotel San Juan Eco na Avenida das Cataratas será requalificado como resort e passará a se chamar Eco Cataratas Resort, com 226 apartamentos de alto padrão, com cinco piscinas (uma delas ampla com borda infinita), spa, saunas, academias, espaços kids e pets.O hotel também ampliou sua estrutura gastronômica.

Novo hotel

O Viale Iguassu é a mais nova opção de hospedagem do grupo Rede Viale Hotels, que conta 130 apartamentos em sete andares e um restaurante. “Lançamos esse empreendimento com proposta de ser opção econômica prezando por qualidade, com quartos amplos, banheiros espaçosos, localização, e uma estrutura planejada para oferecer conforto,” informa o diretor operacional da Rede Viale, Bruno Belletti.

O empreendimento gerou 80 empregos diretos e indiretos no período da construção e com a inauguração deve gerar mais 20, entre camareiras, cozinheiros e garçons. Na temporada de verão, esse número deve ser, pelo menos, o dobro.

O novo hotel é o terceiro da Rede Viale em Foz, que iniciou as atividades em 2008 com Viale Cataratas Hotel e Eventos, na Avenida das Cataratas, e em 2014 inaugurou o Viale Tower Hotel, no centro da cidade. O grupo ainda tem planejado mais um empreendimento ambicioso (5 estrelas) próximo ao Parque Nacional do Iguaçu, para o turismo de luxo.

Em setembro

Já a reabertura do Vivaz Cataratas Hotel Resort está prevista para o início do mês de setembro, mas sem capacidade total, para seguir os protocolos sanitários de segurança. Serão abertas 85 (50%) dos 170 apartamentos do resort, que também terá ocupação reduzida no restaurante, testagem periódica dos funcionários, e um sistema que só permite check-in de um quarto após 72 horas que o último hospedado desocupou.

Do mesmo grupo do Vivaz, o resort Recanto Cataratas, chegou a inaugurar em 2019 a sua ampliação, com a nova ala Collection com 224 unidades de categoria premium, conectado através de uma passarela às demais alas, Prime e Master, num investimento que somou mais de R$ 60 milhões. Com o avanço da vacinação, também espera voltar a receber muitos turistas nos seus 501 apartamentos disponíveis.

O complexo aproveitou o período de menor movimento e repensou sua sustentabilidade e o cuidado com o meio ambiente. O resort instalou a maior usina fotovoltaica em ambientes urbanos na América do Sul. A usina tem 1.888 placas e vai produzir 2,7 megawatts de energia elétrica, suficiente para alimentar o resort com mais de 500 apartamentos e todas as suas estruturas e ainda repassar o excedente para a rede de energia da Copel.

“Temos protocolos e cuidados especiais por explorarmos o lençol freático do Aquífero Guarani, e aprendemos muito com isso também. Temos quase 40% da área de 150 mil metros quadrados do complexo, protegida com mata nativa. Há mais de 10 anos, temos uma estação de reabastecimento para veículos elétricos, e somos pioneiros nesta questão de sustentabilidade”, destacou Edilson Andrade, diretor comercial do grupo.

Hotel-escola

Outra unidade do grupo, o Gran Carimã Resort e Convention Center, reformou todos os seus 313 apartamentos, recepção, restaurantes, bares, área social e outras dependências. “Em 2020, reformamos o hotel e reabrimos em dezembro e estamos finalizando o centro de convenções e outros pequenos detalhes”, disse Andrade.

O Hotel San Martin, na Avenida das Cataratas, reformou seus 134 apartamentos, implantou um spa de luxo e tem uma piscina ampla cercada por jardins, trilhas ecológicas pela floresta nativa e diversas instalações esportivas, como academia, quadras de vôlei, futebol e tênis.

O Interludium Iguassu Convention, com 100 apartamentos e situado na área rural de Foz do Iguaçu, foi devolvido aos seus proprietários e uma faculdade privada assumiu o estabelecimento e vai implantar no local um hotel-escola com tecnologias 4.0. Será o primeiro hotel do Brasil aberto a novos experimentos do setor.