Variedades

Logística puxa retomada econômica de Foz do Iguaçu

A logística e o turismo são as duas principais cadeias propulsivas da economia iguaçuense. Juntos, os setores são responsáveis pela maioria dos postos de trabalho formais na cidade. Essa força conjunta demonstra a importância de ambas as atividades para puxar a retomada econômica em Foz do Iguaçu.

As ações necessárias por parte do poder público e iniciativa privada para resolver os gargalos de décadas, os desafios pós-pandemia, as oportunidades do século 21, além das obras estruturantes e dos avanços mais recentes do setor, foram debatidos numa live promovida pela Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu.

O encontro contou com a participação do presidente da ACIFI, Faisal Ismail; presidente do Sindifoz (Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários de Cargas), Rodrigo Atilio Ghellere; e empresário Leonardo Hoffmann Quinonez, sócio-proprietário da Transparaguay Transportes Rodoviários. O evento teve mediação do jornalista Carlos Gruber.

De forma prática e objetiva, os participantes contaram como as atividades estão ligadas à vida das pessoas. O impacto ocorre de diferentes formas, desde o transporte humano, de cargas e de mercadorias, passando pela exportação e importação até armazenagem, entre outras fases da cadeia propulsiva.

A logística tem grande potencial de crescimento, puxando todo o desenvolvimento da região. Estamos posicionados estrategicamente no centro do Mercosul, no centro da América do Sul. Atualmente Foz do Iguaçu é a “menina dos olhos” de investidores, de interessados em armazenamento, transporte, venda de caminhões etc.

Superando desafios – A logística foi o tema da primeira de uma série de lives produzidas pela ACIFI sobre a retomada da economia em Foz do Iguaçu e nas Três Fronteiras. O objetivo é reunir representantes da sociedade para produzir e divulgar notícias positivas sobre a recuperação econômica da região trinacional.

Os encontros serão mensais, sempre com foco na inovação e no empreendedorismo, descoberta de novos nichos de mercado, além de novas perspectivas e oportunidades, revela Faisal Ismail. Veja a íntegra da transmissão na página da ACIFI no Facebook ou no canal da entidade no YouTube.