Lançamentos

PTI e TMovi inovam no setor de carros elétricos com mais um desenvolvimento tecnológico, inteligente e sustentável

Mais uma parceria em prol do desenvolvimento tecnológico foi iniciada, em julho, entre o Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR) e a TMovi Electric, startup brasileira que produz carros elétricos. Na última semana, o PTI-BR recebeu o veículo versão Sedan, que ficará por 6 meses em comodato ao Parque, para fins de aplicação em bancada experimental de equipamento, implementando o sistema de monitoramento e compartilhamento MoVE.
Com célula do veiculo fabricada em alumínio, o carro pesa aproximadamente 400 quilos, já contando com o pack de bateria. “Ele é feito de plástico de alta densidade ABS, o mesmo utilizado por grandes montadoras. Além disso, outro benefício é que por ter tamanho reduzido, ele é fácil de manobrar, estacionar e colabora com a diminuição de trânsito”, comenta Elias Rodrigues da Costa Melo, CEO da TMovi Electric.
“A TMovi é mais um importante parceiro que se soma ao nosso ecossistema. Nossa equipe tem atuado em diversas temáticas inclusive mobilidade elétrica, dada sua relevância para o movimento de transição energética, sustentabilidade e cidades inteligentes”. A afirmação é do diretor técnico do PTI, Rafael Deitos. “Nos próximos meses vamos trabalhar na avaliação da integração da nossa solução de monitoramento e compartilhamento de veículos (MoVE) além do desenvolvimento e fabricação de baterias para os veículos da TMovi, visando o mercado nacional”, complementa Deitos.
Versátil e tecnológico, o veículo já vem com o carregador embarcado, há um conector para carregar o veículo em qualquer tomada, o que o torna menos poluente e também mais econômico. Atingindo 100% da bateria após 4 horas de recarregamento, o veículo mantém sua autonomia entre 100 a 120 km rodados. “Com carregador embutido, ele pode ser carregado em qualquer tomada, incluindo as tomadas convencionais residenciais, onde carregamos celulares, computadores ou quaisquer outros eletrodomésticos, etc”, salienta o CEO Elias Melo. Convertendo em valores, é possível rodar mais de 100km por apenas R$ 4,75”.
Com know how que o PTI tem na área de mobilidade elétrica e Smart Cities, o objetivo da parceria é aprimorar estudos de qualidade de bateria e sistema de compartilhamento inteligente. Para Nelinho Graef, analista de inovação do Parque, quando os contatos com a empresa foram iniciados em meados de 2019, já era visto que seriam resultados bons projetos à favor da sociedade. “Temos trabalhado para ampliar nossa rede de parceiros, com objetivo de disponibilizar tecnologias desenvolvidas dentro do Parque, para o mercado, bem como viabilizar o desenvolvimento de novas soluções e serviços”, diz Nelinho. O tema é visto como promissor, visto que o mercado nacional de veículos elétricos deve crescer de 300% a 500% nos próximos anos, chegando próximo a casa de 100 mil, gerando muitas oportunidades para inovação, segundo estudos.
Produção brasileira
Produzir mobilidade elétrica com indústria nacional, é o objetivo da TMovi. Há alguns meses, a empresa instalou a fábrica com sede em Toledo, Paraná. Os veículos já vem em SKD, ou seja, semidesmontados da fábrica da argentina e em solo paranaense serão montados e distribuídos para comercialização. Em 2021 a intenção é produzir 100 unidades.
Os veículos transportam até duas pessoas com segurança além das versões de carga e baú. Os modelos são ecológicos e também possuem como benefícios o baixo custo de manutenção. A empresa TMovi Electric é pioneira no Brasil no conceito de carros elétricos na modalidade locação – e representante exclusiva para comercialização, montagem e fabricação dos carros elétricos desenvolvidos pela Sero Electric, que atua neste mercado há mais de dez anos.