Carlos Oliveira

Ela, a Utopia!

Pelo contrário, preferiu aqueles cuja zona de conforto não estivesse determinada pelo condicionamento do “eternamente felizes para sempre”.

E as experiências vividas o fizeram entender que sua base de segurança estava, efetivamente, na sua capacidade de ser pela busca do que seja libertar-se de qualquer amarra.

E veio-lhe à mente uma constatação que muito contribuiu para fortalecer suas convicções, quando ao viajar pelo tempo, e sem qualquer lamentação, chegou à conclusão que dos questionamentos havidos, e válidos, o que mais se aproximou da razão maior de suportar a caminhada da vida, a UTOPIA foi, com toda certeza, a companheira mais fiel de todas .

Carlos Roberto de Oliveira é motorista e empresário

Deixe uma resposta

nove − 2 =