Lançamentos

Foz ganhará semáforos inteligentes

O Instituto de Transporte e Trânsito de Foz do Iguaçu (Foztrans) apresentou nesta quarta-feira (24) o novo sistema de semáforo que está sendo instalado no município. O sistema “Bem na Hora”, que sincroniza os semáforos, controlando o trânsito e priorizando os ônibus. O valor total da atualização é R$ 16,9 milhões, sendo que R$ 8 milhões já foram pagos.

Segundo o diretor do Foztrans, Fernando Maraninchi, a instalação dos equipamentos começou há quase dois anos e alguns pontos já estão sendo testados. “É um sistema de mobilidade que vai facilitar o tráfego, principalmente para o transporte coletivo, priorizando as faixas onde circulam os ônibus. Com esse sistema implantado o morador e o turista terão mais mobilidade em Foz do Iguaçu”, adianta.

O sistema surgiu no Reino Unido e atualmente funciona em 250 cidades espalhadas pelo mundo. No Brasil, o “Bem na Hora” já foi instalado em São Paulo e em Fortaleza. “Foz é a terceira cidade a instalar o sistema. Através dele, será possível fiscalizar mais de perto o transporte coletivo da cidade. Essa é a tecnologia a favor do cidadão.”, conta.

Ao todo, 42 equipamentos serão instalados, organizando 92 cruzamentos. Deste total, 20 já foram instalados. “Com esse monitoramento será possível fazer com que, assim que os ônibus estiverem se aproximando dos semáforos a sinalização será priorizada a ficar verde, proporcionando que o transporte coletivo seja mais ágil e rápido. Fatores esses que vão fazer com que as pessoas optem por esse serviço. O dispositivo eletrônico ligado aos semáforos deverá ser estendido às viaturas do Samu, Siate e ambulâncias, para que os veículos que estão parados nos sinaleiros, não tenham que avançar o sinal vermelho ao abrir caminho para essas emergências”, explicou o diretor de trânsito do Robson Lima Souza.

Por meio de um aplicativo de celular será possível acompanhar em tempo real a localização do ônibus. “Os 159 ônibus serão equipados com computador de bordo que centralizará as informações necessárias para controlar, coordenar, monitorar e estabelecer comunicação com o sistema, garagens e usuários”, disse Robson.

O secretário de planejamento Elsidio Cavalcante, informou que para operar totalmente o sistema, a prefeitura avaliará uma parceria ou a contratação para instalação de fibra ótica. “Para o funcionamento completo do sistema ainda são necessárias à aquisição de chips, que farão o acompanhamento nos ônibus e um sistema de fibra ótica. Vamos montar uma comissão para avaliar como será feita essa conclusão. É sempre necessário estudar a redução de custos e a ampliação dos serviços”, disse Cavalcanti.

 

Fonte: Assessoria

 

Deixe uma resposta