Variedades

Oeste em Desenvolvimento seleciona projetos que serão cofinanciados

 

“Cada projeto custará cerca de R$ 100 mil. Para os sete, repassaremos R$ 316 mil e R$ 340 mil serão a contrapartida dos parceiros. Essa era a regra. As propostas deveriam ser de cooperação”, explicou Jonhey Nazario Lucizani, gerente de Desenvolvimento Territorial do Parque Tecnológico Itaipu (PTI).

Os projetos foram elaborados durante o curso “Promotores em Desenvolvimento Territorial”, em parceria com pelo menos três entidades. A capacitação começou em maio e os projetos foram protocolados no início de agosto. Nos meses seguintes, as propostas foram encaminhadas para análise de especialistas. 

Centro tecnológico

Um dos projetos selecionados foi o que prevê a criação do Centro de Inovação Tecnológica no município de Assis Chateaubriand (CitAC), com foco em soluções de software, sistemas embarcados e robótica. Inicialmente o Centro beneficiará 16 pesquisadores e oito empresas. Espera-se também treinar pelo menos 80 pessoas e estimular 500 pessoas através de feiras e seminários. “Para nós é um sonho. Esse projeto é resultado de muitas conversas entre instituições de pesquisa e o município. Ele dará condições estudantes, pesquisadores e empresas locais desenvolverem suas ideias e trazer riqueza para o município”, disse o responsável pelo projeto, Rafael Bartz. A implantação do CitAC custará R$ 107,7 mil. Do valor, R$ 43 mil serão repassados pelo POD e ConectaDel.

Projetos aprovados

– Implantação de um Centro de Inovação Tecnológica no município de Assis Chateaubriand (CitAC);

– Criação de um Espaço Empreendedor e de Inovação: ambiente dinâmico e criativo para aprender fazendo, que será desenvolvimento em Palotina;.

– Qualificação para técnicos e agricultores da região Oeste do Paraná em carcinicultura de água doce, no município de  Assis Chateaubriand;

– Implantação do Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária – SUASA, em Pato Bragado;

– Elaboração de diagnóstico econômico-produtivo do município de Matelândia e construção de planos de ação para o desenvolvimento local;

– Desenvolvimento do turismo rural regional no Oeste do Paraná, nos municípios de Ubiratã, Cascavel e Guaraniaçu

– Arranjo produtivo local – beneficiamento de frutas como vetor de desenvolvimento socioeconômico de produtores rurais, Umuarama – PR

Mais informações acesse: www.oesteemdesenvolvimento.com.br

Deixe uma resposta