Carlos Oliveira

Pensando melhor!, por Carlos Oliveira

Impossível separar um sentimento do outro, pois ambos, o da revolta e o da comiseração, caminham juntos neste Brasil de todos os santos e de demônios mil.

A revolta, pela insensibilidade e, na maioria das vezes, cretinice de muitos que se propondo a desenvolver atividades publicas as confundem com interesses privados; já a comiseração pela conseqüência que este tipo de conduta traz para a sociedade com cenas aviltantes e desumanas de pessoas – em pleno século 21 e num país tão rico – buscando sua sobrevivência em latas de lixo, esmolando pelas ruas ou mesmo cometendo pequenos delitos.

Não sem tempo, o que se observa é que está havendo uma reação da gente brasileira mais conscientizada quanto à necessidade de se fazer uma reflexão crítica das razões deste desatino social.

E neste aspecto é que reside a esperança de mudança para uma sociedade um pouco mais justa, mercê de uma mentalidade que surge pela não concordância em transformar o trágico em algo sem importância, e com isto não continuar alimentando um tipo de comportamento que tem na mesquinhez e desfaçatez sua característica maior, e pior, até então institucionalizada.

O Brasil é viável, só precisa se auto-respeitar.

Carlos Roberto de Oliveira

Deixe uma resposta