Variedades

Pesquisa vai levantar fluxo de veículos e pedestres nas fronteiras com o Paraguai e Argentina

As Pesquisas Científicas nas Pontes Internacionais da Amizade e da Fraternidade realizadas há mais de 20 anos pelo Pró-Reitor do Centro Universitário UDC Profº. Doutor Fábio Prado e Coordenadas pelo mesmo, começam nesta quarta-feira (01/05).

Durante 6 dias, mais de 150 professores, estudantes e técnicos do Centro Universitário UDC, unidades Centro, Vila A e da UDC Monjolo, permanecerão, em escalas, por 12 horas nas duas aduanas. Nos dias 05 e 06 a cobertura será maior, começa às 6 h da manhã de sábado (05) e segue até às 18 horas de domingo (06) sem interrupção.

Durante os dias de pesquisa, a equipe envolvida faz o levantamento de dados científicos e confiáveis sobre o Fluxo de Veículos e Pedestres e Perfil dos Turistas em cada uma das Pontes.

As Pesquisas ocorrem em parceria com a Receita Federal, DNIT, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Acifi – Associação Comercial e Empresarial de Foz do Iguaçu, Comtur – Conselho Municipal de Turismo de Foz do Iguaçu, CODEFOZ – Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social de Foz do Iguaçu, Fundo Iguassu, Polo Iguassu, Secretaria de Turismo, Consulado Argentino, Consulado Paraguaio e a Universidade de Roma TRE, na Itália.

O Pró-Reitor conta sobre o início da pesquisa e fala da importância que o trabalho ganhou. “Iniciei a pesquisa ainda na minha graduação. Na época, éramos eu, uma caneta e uma prancheta em um trabalho de amostragem na Ponte da Amizade. Hoje, mais de 150 pessoas atuam diretamente no trabalho que resulta em dados científicos que servem de base para ações estratégicas no setor da segurança, comércio, turismo, e de toda a comunidade”.

Deixe uma resposta