Esporte

Stock Car: Thiago Camilo vence no Rio Grande do Sul e assume a liderança

Thiago Camilo e Daniel Serra dividem a liderança da Stock Car na temporada 2017, com vantagem para Camilo nos critérios de desempate. Após a segunda rodada dupla, disputada neste domingo (23/04), no Velopark, o piloto da Ipiranga Racing foi o grande destaque do final de semana. O dono do carro #21 venceu a primeira corrida e chegou em nono na segunda, totalizando 39 pontos, a maior pontuação da etapa. Felipe Fraga foi o vencedor da segunda prova e comemorou seu retorno ao lugar mais alto do pódio.

Agora Camilo e Daniel Serra dividem a liderança com 69 pontos. Max Wilson aparece na terceira colocação com 56 pontos. Os carros voltam à pista em Santa Cruz do Sul, dia 21 de maio, para a terceira rodada dupla do campeonato. 

Corrida 1:

Com a vantagem de partir da pole position, Thiago Camilo se manteve na liderança após a largada, com Cacá Bueno em segundo e Ricardo Maurício em terceiro. Nem mesmo as entradas do carro de segurança ameaçaram a liderança de Camilo.

A primeira delas foi ocasionada pelo acidente envolvendo o gaúcho Vitor Genz, Ricardo Zonta e Átila Abreu. Após a janela para reabastecimento, o carro de segurança entrou mais uma vez na pista por conta do acidente envolvendo Cesar Ramos e Bia Figueiredo. Mesmo com a aproximação de Cacá Bueno, Thiago Camilo manteve o ótimo desempenho do carro e cruzou a linha de chegada, conquistando sua primeira vitória no Velopark.

“Foi uma vitória relativamente tranquila, mas foi uma pena ter entrado o carro de segurança, tinha uma vantagem grande para essa pista. Comecei a ter um problema no carro, devido a um acidente durante os treinos que quebrou o amortecedor e acabei sofrendo um efeito colateral na corrida por conta disso. De um modo geral, chegamos aqui sete pontos arás e assumimos a liderança, ainda com uma vitória”, destacou Camilo. 

Andreas Mattheis, chefe da equipe Ipiranga Racing, não revela o segredo para conquistar sua sexta vitória no Velopark desde que o autódromo entrou para o calendário da Stock Car em 2011. “O segredo eu não posso contar porque ainda vamos ter mais corridas aqui. O piloto faz toda a diferença na categoria e o carro precisa estar ajustado. Temos uma receita boa, trabalhos muito bem para conseguir esse resultado”, comentou Mattheis.

Veja como terminou a Corrida 1:

1) 21 Thiago Camilo – a 40min57s747

2) 0 Cacá Bueno- a 1s529

3) 90 Ricardo Maurício – a 2s090

4) 29 Daniel Serra – a 2s813

5) 80 Marcos Gomes a 2s860

6) 65 Max Wilson – a 5s764

7) 111 Rubens Barrichello – a 6s963

8) 77 Valdeno Brito – a 7s707

9) 83 Gabriel Casagrande- a 8s927

10) 88 Felipe Fraga- a 9s990

11) 25 Tuka Rocha – a 10s114

12) 4 Júlio Campos- a 11s389

13) 73 Sergio Jimenez – a 11s605

14) 1 Antonio Pizzonia – a 13s449

15) 8 Rafael Suzuki – a 15s008

16) 5 Denis Navarro – a 15s734

17) 31 Marcio Campos – a 18s337

18) 9 Guga Lima – a 20s837

19) 18 Allam Khodair – a 1 volta

20) 44 Betinho Valério – a 1 volta

21) 12 Lucas Foresti – a 4 voltas

Não completaram 75% da prova

22) 117 Guilherme Salas – a 9 voltas

23) 70 Diego Nunes – a 9 voltas

24) 110 Felipe Lapenna – a 10 voltas

25) 3 Bia Figueiredo – a 14 voltas

26) 30 Cesar Ramos – a 15 voltas

27) 51 Átila Abreu – a 21 voltas

28) 10 Ricardo Zonta – a 28 voltas

29) 46 Vitor Genz 

30) 28 Galid Osman

*Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas

Corrida 2:

Já a segunda prova foi marcada por incidentes e trocas de posição. Felipe Fraga e Gabriel Casagrande se alternaram na liderança da prova até as paradas boxes. Após a janela de pit stops um forte acidente envolvendo Antonio Pizzonia e Lucas Foresti provocou a entrada do safety car. Foresti sofreu um corte na perna e, devido a força da pancada, foi a um hospital apenas para exames complementares. Pizzonia foi punido por atitude antidesportiva e vai largar na última posição da Corrida 1 em Santa Cruz do Sul.

“No meio da corrida quando o carro de segurança entrou comecei a acreditar na vitória. A estratégia da equipe nas duas corridas muito boa, tinha três botões de ultrapassagem para usar, mas meu chefe me proibiu por conta do combustível que estava no fim. Estou muito feliz por voltar a vencer e dar para a Cimed a primeira vitória do ano. Estou um pouco atrás dos demais, ainda não estou na disputa pela ponta da tabela. Hoje deu tudo certo, mas temos que trabalhar bastante ainda”, destaca o atual e mais jovem campeão da Stock Car.

Veja como terminou a segunda corrida:

1) 88 – Felipe Fraga – 39 voltas em 41min31s902

2) 77 – Valdeno Brito – a 2s173

3) 80 – Marcos Gomes – a 2s991

4) 51 – Átila Abreu – a 3s990

5) 111 – Rubens Barrichello – a 4s479

6) 10 – Ricardo Zonta – a 5s395

7) 29 – Daniel Serra – a 6s463

8) 90 – Ricardo Maurício – a 9s250

9) 21 – Thiago Camilo – a 10s559

10) 117 – Guilherme Salas – a 14s660

11) 25 – Tuka Rocha – a 24s610

12) 73 – Sergio Jimenez – a 27s284

13) 83 – Gabriel Casagrande – a 30s206

14) 9 – Guga Lima – a 31s464

15) 8 – Rafael Suzuki – a 42s181

16) 70 – Diego Nunes – a 1 volta

17) 0 – Cacá Bueno – a 6 voltas

Resultado sujeito a verificações técnicas e desportivas

Classificação do campeonato:

1. Thiago Camilo – 69 

2. Daniel Serra – 69 

3. Max Wilson – 56

4. Ricardo Mauricio – 51 

5. Átila Abreu – 51

6. Felipe Fraga – 49

7. Cacá Bueno – 47

8. Rubens Barrichello – 41

9. Marcos Gomes – 39

10. Valdeno Brito – 31

11. Ricardo Zonta – 30

12.Tuka Rocha – 25

13. Rafael Suzuki – 18

14. Galid Osman – 17

15. Denis Navarro – 17

16. Gabriel Casagrande – 14

17. Sergio Jimenez – 14

18. Cesar Ramos – 12

19. Diego Nunes – 12

20. Guilherme Salas – 12 

21. Antonio Pizzonia – 10

22. Allam Khodair – 10

23. Felipe Lapenna – 9

24. Julio Campos – 9

25. Lucas Foresti – 6

26. Vitor Genz – 6

27. Guga Lima – 5

28. Marcio Campos – 4

29. Betinho Valério – 3

30. Bia Figueiredo – 0

Fonte: Vicar

Deixe uma resposta