Lançamentos

Volkswagen anuncia produção do SUV T-Cross no Paraná

A Volkswagen do Brasil acaba de anunciar o investimento de R$ 2 bilhões para o desenvolvimento e a produção do SUV T-Cross na fábrica paranaense de São José dos Pinhais. O modelo é o primeiro SUV produzido pela marca no Brasil e faz parte da estratégia da VW de entregar 20 lançamentos até 2020. A produção do T-Cross e a chegada ao mercado brasileiro e exportações aos principais mercados na região América do Sul, Central e Caribe estão programadas para o primeiro semestre de 2019.

O anúncio foi feito durante cerimônia na fábrica do Paraná, que contou com as presenças de Pablo Di Si, Presidente e CEO da Volkswagen América do Sul e Brasil; Beto Richa, Governador do Estado do Paraná; Toninho Fenelon, Prefeito de São José dos Pinhais, representantes do Sindicato da região, executivos, fornecedores, concessionários e colaboradores da unidade paranaense. 

O montante de R$ 2 bilhões contempla a ampliação da fábrica, modernização da manufatura, testes de certificação e validação do produto, desenvolvimento local de peças e qualificação de pessoal, além de ações para o lançamento do modelo no Brasil. O valor faz parte do plano de investimentos da empresa no Brasil, que prevê R$ 7 bilhões até 2020.

“A empresa vive um momento de transformação para uma Nova Volkswagen. Além de muito mais próximos de todos os nossos públicos, estamos colocando em prática a maior ofensiva de produtos da história da Volkswagen no País. Serão 20 lançamentos até 2020, cinco deles SUVs completamente novos, como é o caso do T-Cross”, afirma Pablo Di Si.

Dos 20 lançamentos citados por Di Si, três já foram lançados: o Novo Polo e o Virtus, produzidos na fábrica Anchieta, em São Bernardo do Campo (SP), e a Amarok V6, importada da Argentina. A empresa também acabou de anunciar para este mês de abril a chegada do Novo Tiguan, importado do México, que será o primeiro dos cinco SUVs programados.

Atualmente, a fábrica de São José dos Pinhais produz os modelos Fox, Golf, Audi A3 Sedan e Audi Q3.

O T-Cross

Durante o anúncio de hoje, a VW revelou apenas uma silhueta do que será o novo T-Cross. Segundo uma fonte ligada à marca, ele será um SUV compacto, concorrente de modelos como HR-V, Kicks e Creta.

Plataforma MQB

O VW T-Cross será produzido a partir da Estratégia Modular MQB, que é o mais moderno conceito de produção do Grupo Volkswagen, já utilizado no novo Passat, no Golf, no Novo Polo e no Virtus.

A Matriz Modular Transversal consiste na padronização do processo de manufatura nas fábricas do Grupo VW, estabelecendo, por exemplo, a mesma sequência de montagem e proporcionando como grande vantagem a redução do tempo de produção dos veículos, além de garantir flexibilidade na produção.

A MQB também permite compartilhar a base estrutural para o desenvolvimento de veículos de diferentes segmentos, gerando sinergia para todas as classes de automóveis. Essa base foi desenvolvida seguindo preceitos de baixo peso, utilizando aços de alta resistência que permitem aumentar a segurança e reduzir o peso total do veículo, o que colabora para a redução do consumo de combustível. A combinação de dimensões padronizadas e variáveis, outro benefício da MQB, reduz significativamente a complexidade da produção de um veículo, gerando substanciais ganhos no processo produtivo e economia de escala.

(Com informações da assessoria)

Deixe uma resposta

7 − um =